Respiração

0 Flares Twitter 0 Facebook 0 Google+ 0 LinkedIn 0 0 Flares ×

Como respiramos – frequência, amplitude e consciência ou não da respiração – tem relação direta com a maneira como nos posicionamos no mundo e na vida e isto define todas as nossas perspectivas, relações e experiências e ecoa por nossa história pessoal e coletiva.

“A respiração é o ritmo básico da vida”, afirmava Hipócrates, pai da Medicina, enquanto Reich declarava que “as inibições respiratórias são o elemento fundamental de toda a neurose”.

A respiração, que é um processo involuntário, pode também ser deliberada e consciente. A respiração é a forma mais básica e eficiente de desbloqueio energético e “Renascimento” é um instrumento poderosíssimo para abrir e deixar fluir a respiração e restaurar o entusiasmo de viver.

O que é Renascimento?

Rebirthing, conhecido no Brasil também como “Renascimento”, é uma técnica baseada em respiração consciente em que a pessoa inspira e expira sem pausas e pela mesma via (preferencialmente pelo nariz) durante um determinado tempo, criando assim um movimento energético capaz de dissolver tensão, angústia, medo e tudo aquilo que é contrário à vida em sua plenitude. A prática desta técnica aumenta – em quem a pratica – a energia vital, a autoconfiança, o autocuidado, o sentimento de unidade e a alegria de viver.

Para quê?

Todos nós juntamos dores, físicas e não-físicas, devido a sistemas de crenças muito limitantes, medo de ser abandonado ou de não sobreviver, ameaças, rejeições, perda ou falta de amor, atenção, nutrição… tais experiências nos deixam cicatrizes. A “coleção de nossas dores e dúvidas” vem de longe…

Você já ouviu falar de trauma de nascimento?

Com freqüência o cordão umbilical é cortado assim que o bebê sai da barriga da mãe – o que impede seus pulmões de se abrirem gradual e gentilmente, e aí crenças devastadoras como: “Respirar dói”, “Respirar é difícil”, “A vida é cruel”, “A vida é uma luta”, “A vida é um sufoco”, “Tenho que me virar e rápido” e etc podem ser adotadas. Os primeiros contatos sociais – que em geral envolvem médicos e enfermeiros, são igualmente cruciais. Se o bebê não é adequada e amorosamente amparado pode concluir que: “Os outros me machucam”, “As pessoas não são confiáveis”, “Antes era melhor que agora”, “Aqui é um lugar ruim”, “Não me entendem”, “Não sou querido”, “Quem não chora não mama”, “É melhor ficar sozinho porque assim não me machucam”… A concepção, a gestação e o parto traçam marcas em nosso ser e influenciam diretamente nossa respiração. Nossa primeira inspiração – que também é a primeira atitude que tomamos na vida – sela a forma como acolhemos a vida… e isto é só o começo!!!

Emoções reprimidas e dores mal resolvidas diminuem o nível de nossa consciência e de nossa vitalidade. Podemos facilmente entender como sofrimento – físico, mental ou emocional – definha todo o sistema energético do ser humano impedindo o livre fluxo da energia vital, fazendo-nos experienciar, em maior ou menor grau, tensão, cansaço, tristeza, desânimo, depressão, doenças, envelhecimento e morte.

Por quê?

Nossa respiração espelha nossos estados mental, emocional e físico, e assim como eles são capazes de influenciar nossa respiração o inverso também é verdadeiro: nossa respiração é capaz de exercer incalculável domínio sobre as diferentes esferas de nosso ser. Respirar plenamente nos refresca, alegra e rejuvenesce.

Para quem?

Renascimento é indicado para todos, independente de estilo de vida, crenças, idade ou qualquer outro fato.

Quem ensina essa técnica?

Renascedor(a) nem sempre tem formação acadêmica, todavia um renascedor competente é uma pessoa bastante flexível, perspicaz e alegre. É aquele que passou por um profundo processo de Renascimento e já incorporou toda a proposta do trabalho de respeitar o histórico e o ritmo do cliente, de não “controlar” ou “consertar” o outro, mas testemunhar o processo alheio inspirando, sobretudo, amorosidade, presença de espírito e segurança para que a pessoa possa se entregar com confiança à própria respiração.

Como é o trabalho?

Rebirthing pode ser facilitado em grupo mas a proposta básica deste trabalho é uma seqüência de 10 sessões individuais, de duas horas a três horas de duração cada. Geralmente as sessões são semanais e em média 10 sessões são o suficiente para a pessoa desenvolver a habilidade de praticar a técnica sem o auxílio profissional. Evidentemente quanto mais o indivíduo pratica a técnica melhores são os resultados.

Como funciona?

Tudo aquilo a que se resiste persiste! Quando resistimos entrar verdadeiramente em contato com determinadas emoções ou experiências acabamos carregando-as pela vida afora e viver se torna um grande fardo.

A prática do Renascimento nos dá mais autoconfiança, autonomia e clareza para recodificarmos nossas experiências e memórias, para acessar novas perspectivas e possibilidades, para descobrir e cultivar sonhos e traçar um plano de vida mais pleno e gratificante.

Entre em contato e AGENDE-SE:

(62)9661-8707 / (62)9202-1257

manucialima@hotmail.com ou

Clique aqui e deixe seu contato

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *