“Com-strela-ações”

0 Flares Twitter 0 Facebook 0 Google+ 0 LinkedIn 0 0 Flares ×

Por Manúcia Passos

 

As constelações nos lembram que as estrelas atuam em conjunto; nenhuma estrela brilha sozinha.

Quando olhamos para o céu nos damos conta que na vastidão do firmamento tem espaço de sobra para cada estrela brilhar e cada uma ao seu modo.

Podemos ver que algumas estrelas tem mais proximidade, ou afinidade, entre si e que formam o que chamamos de constelações. E que cada constelação tem uma configuração única e também um lugar em especial.

Se pudéssemos excluir uma estrela de uma constelação já não seria a mesma constelação; assim como o céu já não seria tão brilhante e encantador se tivéssemos de eliminar algumas constelações.

Um campo de forças – nem sempre traduzíveis mas muitas vezes perceptíveis – sustenta cada estrela no seu devido lugar e cada constelação com seu devido desenho e sua própria história, sustenta a vida e nos sustenta  na vida. E este mesmo campo de forças nos mostra que, assim como se estrelas, nascemos todos para brilhar em conjunto.

Sim, nascemos todos para brilharmos em “con-junto”.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *